Home arrow Universidade de Viseu
Menu
Home
Notícias
Documentos
Agenda
Jovens
Comunidade
Opinião
Vídeos - Documentários
Foto Galeria
Dossiers
SCUT's
Universidade de Viseu
Serviço Finanças 2
Minas da Urgeiriça
Jornadas Parlamentares
Newsletter






A Tua Opinião Conta
a_tuabeira.gif 
     Car@ leit@r esta é uma
     secção sua.
     Uma secção onde serão
     publicadas as opiniões
     que nos enviarem com
     esse fim.
     Os textos deverão ser
     enviados para o e-mail:
      Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
     Não podemos publicar
     textos não assinados
     ou insultuosos.
adere.gif
Assina/segue-nos no:


Recebe automaticamente por email as novas notícias:


Insere o teu email


twitter-birds.png

Add to Google Reader or Homepage 

Outros

 

Site do Bloco de Esquerda de Viseu, Bloco, b.e., Esquerda de Confiança, Juntar Forças, São Pedro do Sul, Vouzela, Tabuaço, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Penedono, Penalva do Castelo, Nelas, Mortágua, Tondela, Vila Nova de Paiva, Tarouca, Armamar, Resende, Cinfães, Carregal do Sal, Sernancelhe, São João da Pesqueira, Sátão, Coração de Jesus, Rio de Loba, Campo, Abraveses, São José, Orgens, António Minhoto, Osvaldo Numão, Maria Graça Pinto, Carlos Vieira, Carlos Couto, Daniel Nicola, Bandeira Pinho, Alexandrino Matos, Rui Costa, Joel Campos, António Amaro, Manuela Antunes, Carla Mendes, Joge Carneiro, Padre Costa Pinto, Francisco Louçã, Marisa Matias, Miguel Portas, Pedro Soares, Magaça

Universidade de Viseu
Quem te encomendou o serviço? PDF Imprimir e-mail
18-Fev-2010

Blogosfera
Texto do Viseu, Senhora da Beira

viseu_senhora_da_beira.jpgOuvi ontem na Rádio NoAr o Presidente do CA do Hospital S. Teotónio (site desactualizado) afirmar que tem como sonho a criação de uma Universidade de Medicina Privada para Viseu. Atento à realidade do País e do Concelho, ao nível dos serviços prestados (como contínua Alexandre Ribeiro no activo tendo sido condenado por homicídio por negligência?) e para um Hospital que até se disponibilizou para receber os estagiários da "futura Faculdade de Medicina" de Aveiro são no mínimo curiosas tais declarações.

Ler mais...
 
Moção Apresentada na Assembleia Municipal de Viseu de 8 de Janeiro PDF Imprimir e-mail
11-Jan-2010

MOÇÃO

REFORÇO DO ENSINO SUPERIOR PÚBLICO EM VISEU

Os viseenses têm vindo a reclamar desde há muito ensino universitário  público. Essa reivindicação tem sido negada por uns governos e iludida por outros,   com  promessas que ou não são cumpridas ou são anuladas pelos governos seguintes, ou  representam tentativas de conciliar objectivos antagónicos: criar mais ensino superior público sem prejudicar os interesses das instituições de ensino superior privadas existentes no concelho e na região. Pelo meio, desperdiçaram-se oportunidades, prejudicando o desenvolvimento da nossa região.

Ler mais...
 
Intervenção do deputado Carlos Vieira na Assembleia Municipal de Viseu de 8 de Janeiro PDF Imprimir e-mail
11-Jan-2010

A VERDADEIRA HISTÓRIA DA FRUSTRADA UNIVERSIDADE PÚBLICA DE VISEU

 Já vai longe o tempo em que o professor José Silvestre escreveu um inflamado artigo, publicado em vários jornais locais, lamentando que Viseu fosse “um buraco negro rodeado por uma miríade de sois” (referindo-se às universidades públicas que iam sendo criadas à nossa volta: Aveiro, Vila Real, Covilhã, a somar às de Coimbra e do Porto.) Mas havia (e há ainda) quem pense que Viseu está no centro do universo e não descansaram enquanto não expulsaram da cidade, ao mínimo pretexto, o pólo da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto. Recordo que o reitor da U.P., recebido com todas as honras na Câmara Municipal de Viseu, disse no seu discurso que, a seguir àquele projecto pioneiro, poderiam vir para Viseu pólos de outras Faculdades e depois, naturalmente, seria como um filho que se separa do pai.” Foi a primeira grande oportunidade desperdiçada.

Ler mais...
 
ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VISEU DISCUTIU MAIS UMA VEZ A UNIVERSIDADE PÚBLICA PDF Imprimir e-mail
11-Jan-2010

ensino.jpgNo passado dia 8 de Janeiro reuniu-se em sessão extraordinária a Assembleia Municipal de Viseu, por solicitação do presidente da Câmara Municipal. que pretendeu discutir naquele órgão, a posição do ministro Mariano Gago que lhe terá dito pessoalmente que não estaria disponível para criar novas universidades, estando mais  inclinado para a fusão, junção ou associação de universidades. Fernando Ruas começou por fazer a sinopse da história das tentativas dos viseenses de criarem uma Universidade Pública em Viseu, justificando a não aceitação, por parte do PSD, da criação do Instituto Universitário ligado à Universidade de Aveiro, criado pelo Governo de Guterres, por saberem que o governo de Durão Barroso iria criar uma Universidade Pública de raiz, e acusou o governo do José Sócrates por ter suspendido a criação da universidade criada pelo Governo de Durão Barroso, segundo o modelo proposto por Veiga Simão. Pela sua parte, o presidente da Câmara de Viseu garantiu que já tinha feito tudo o que estava ao seu alcance.

Ler mais...
 
SE VISEU NÃO TEM UNIVERSIDADE PÚBLICA DEVE-O, EM PRIMEIRO LUGAR, A FERNANDO RUAS E AO PSD PDF Imprimir e-mail
08-Jan-2010

Comunicado

 O anúncio do ministro Mariano Gago da criação de um curso de Medicina na Universidade de Aveiro (UA) veio provocar uma onda de indignação por parte do PSD/Viseu e, em particular, de Fernando Ruas que já decidiu apelar a uma nova mobilização dos viseenses.
 O Bloco de Esquerda demarca-se desde já deste alarido hipócrita e acusa mais uma vez os partidos que têm tido responsabilidades, de forma rotativa, no governo do país de serem os responsáveis pelo facto de Viseu não ter uma Universidade Pública, por não terem sabido apresentar uma projecto credível, enredados em compromissos, repetidamente assumidos, de não beliscar os interesses particulares dos estabelecimentos de ensino superior privado, (cooperativo e concordatário) existentes em Viseu. Por isso é que todos os projectos apresentados pelo PSD não passaram de logros, como o projecto de Veiga Simão que mais não era do que “oferta pública de ensino privado”, como denunciámos oportunamente, ou como a “universidade telemática”, apadrinhada por Almeida Henriques, que  não passava de “ensino à distância”, quando a Universidade Aberta já tinha um Centro de Apoio na Escola Superior de Educação de Viseu.
 

Ler mais...
 
Curso de Medicina a caminho de Aveiro PDF Imprimir e-mail
15-Dez-2009
medicina.gif"A Universidade de Aveiro (UA) deverá arrancar em 2011/12 com um curso de Medicina. A comissão internacional de avaliação ratificou o projecto, faltando o sim do ministro, que poderá anunciar a decisão no aniversário da UA.

Ler mais...
 
RESUMO DA INTERVENÇÃO DO BLOCO DE ESQUERDA NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VISEU PDF Imprimir e-mail
07-Out-2009
A deputada municipal do Bloco de Esquerda teve, ao longo de quatro anos, uma postura de independência perante interesses instalados no concelho  e de crítica construtiva. Para além de inúmeras intervenções  de denúncia  das políticas do Executivo Camarário de Fernando Ruas e em defesa da qualidade de vida dos munícipes, apresentou diversas propostas de recomendações/moções (muitas aprovadas por unanimidade) de que se destacam:


PROPOSTA DE ALTERAÇÃO DO REGIMENTO DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL COM VISTA À PROMOÇÃO DA PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NAS REUNIÕES E AO APROFUNDAMENTO DO DIRETO DE PETIÇÃO
Não foi apoiada pelos restantes líderes dos grupos com assento na Assembleia Municipal (PSD,PS e CDS/PP)

RECOMENDAÇÃO SOBRE MECANISMOS DE PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA ELABORAÇÃO DE PLANOS  DE ACTIVIDADE E ORÇAMENTOS MUNICIPAIS PARTICIPADOS

Chumbada com os votos contra do PSD

 
RECOMENDAÇÃO COM VISTA À CRIAÇÃO DE UM GABINETE QUE RESPONDA A SITUAÇÕES DE CRISE SOCIAL

Chumbada com os votos contra do PSD


RECOMENDAÇÃO SOBRE O APOIO CAMARÁRIO A INICIATIVAS DE HOMENAGEM A JOSÉ AFONSO E À ATRIBUIÇÃO DO NOME DO POETA/CANTOR A UMA DAS RUAS DA CIDADE

Aprovada por unanimidade
                                                                                                                                     
Ler mais...
 
Ana Drago na Campanha Autarquica do B.E. Viseu PDF Imprimir e-mail
04-Out-2009
anadrago.jpgNo decurso de um debate sobre Educação e Desenvolvimento Local, na Escola Superior de Educação de Viseu, Ana Drago acusou o Partido Socialista de ter desencadeado um forte ataque à Escola Pública, aos professores e à gestão democrática das escolas.
    A deputada do BE defendeu a aposta na defesa de uma escola pública de qualidade, assente na valorização dos actores educativos e numa reorganização curricular, que tenha como pressupostos a diminuição do número de disciplinas e a integração dos saberes académicos e práticos.
    A melhoria das condições das instituições politécnicas também foi falada, sendo a sua transformação em Universidade o ponto de viragem que a Viseu precisa para os estudantes se envolver na vida activa da cidade.  
     A criação de equipas multidisciplinares para combater o abandono e o insucesso escolar estiveram, também, na ordem do dia.

       À noite, num jantar/comício com centena e meia de apoiantes,     o candidato Carlos Vieira no seu discurso falou do Funicular e da Praia Fluvial, comparando-os com a fachada pintada de uma casa sem teto que se pode observar no Bairro Municipal, sendo a pobreza e a falta de emprego do conselho o interior desta mesma casa.
    A candidata à Câmara Municipal, Maria da Graça Pinto, optou por reforçar que “20 Anos de Ruas é Demais”, defendendo que “Viseu não precisa da cereja em cima dum bolo que por dentro está podre” (referindo-se às declarações de Fernando Ruas ao Jornal do Centro), explicando que o bloco quer políticas sociais sérias, que respondam às necessidades reais dos Visienses, opondo-se à política populista das construções megalómanas sem benefícios concretos.
    Ana Drago denunciou as consequências económicas e sociais da política neo-liberal promovida pelo Partido Socialista e realçou a importância dos resultados obtidos pelo B.E. nas últimas eleições para a construção de um projecto alternativo às políticas dos partidos que têm governado o país. A deputada do B.E. enalteceu a importância das eleições autárquicas, defendendo que o papel do Bloco está comprovado pela forma com que se debate contra os poderes instalados, sem medo de represálias.

 
Viseu a Preto e Branco PDF Imprimir e-mail
02-Set-2009
movimento.gifViseu cresceu, mas desenvolveu-se de forma desigual, descontínua e insustentável. Urbanizações desmedidas e grandes superfícies comerciais na periferia à custa do abandono das freguesias limítrofes, da desertificação humana do centro da cidade, da insegurança e da decadência habitacional e comercial no centro histórico.

A reabilitação habitacional do centro histórico tem vinte anos de atraso. Autorizam-se obras de recuperação que desvirtuam a coerência arquitectónica dos espaços. Aproveitou-se mal as verbas do Polis. Exceptuando o parque linear, ficou por fazer o principal: o Parque Urbano da Aguieira e o Centro de Interpretação da Cava.

É esta a herança de 20 anos de gestão autárquica de Fernando Ruas.
 
Conhece Viseu a Preto e Branco
Ler mais...
 
Miguel Portas em Viseu PDF Imprimir e-mail
24-Mai-2009
viseu.jpgMiguel Portas esteve esta quinta, dia 21, em Viseu, onde durante a tarde reuniu com a Associação Comercial do Distrito de Viseu e com as Direcções do Instituto Politécnico de Viseu e das várias Escolas Superiores desta instituição.


Ler mais...
 
Viseu e a Universidade Pública PDF Imprimir e-mail
13-Abr-2009

carlos_couto150.jpgA discussão não é recente, já tem uns anos, recordemos que esta forçou várias forças políticas a apoiar os anseios da população, seja através das suas Juventudes Partidárias, dos seus deputados eleitos pelo círculo eleitoral de Viseu, através de fracos projectos de lei ou até promessas de governo. Em nada adiantou o falso consenso, pois as promessas caíram, e os interesses privados levaram a melhor. Está na altura de por o tema em cima da mesa mais uma vez!

 


Ler mais...
 
Que Universidade Publica para Viseu? PDF Imprimir e-mail
24-Fev-2009

Os leitores do website responderam, é necessária uma Universidade para Viseu. É necessária uma discussão sobre a forma de implantar esta Universidade. A maioria manifestou-se a favor de uma Universidade Politécnica(45,2%), 29,6% acham que,independentemente da  escolha,esta tem de estar envolvida na, e pela, cidade. 7,1% ainda pensam que a melhor opção é construir uma Universidade de Raiz, mantendo o actual Politécnico. Apenas 19% dos participantes acham que não é necessária uma Universidade em Viseu.

Um novo inquérito está agora disponível. Queremos saber a vossa opinião sobre o facto de Viseu não ter comboio. Participa!

Ler mais...
 
DO RACISMO NA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE VISEU À XENOFOBIA DO CARDEAL PATRIARCA DE LISBOA PDF Imprimir e-mail
29-Jan-2009
carlosvieira.jpgFui assistir à última reunião da Assembleia Municipal de Viseu, que teve lugar em 29 de Dezembro. Sabia que a deputada do Bloco de Esquerda levaria àquele órgão autárquico o caso de uma família de etnia cigana que vive há anos num rés-do-chão de uma habitação na Travessa do Matadouro, transversal à Rua de Serpa Pinto, que uma técnica da Câmara caracterizou com toda a propriedade, como uma “loja de animais” (efectivamente ainda se lá encontram as argolas onde se prendiam os burros), conforme o núcleo de Viseu da Associação Olho Vivo tem vindo a denunciar desde há mais de um ano neste jornal, na rubrica “Golpe de Vista”. Foi, aliás, uma sessão em que o Bloco de Esquerda, apesar de ter apenas uma deputada municipal, fez a diferença ao apresentar soluções concretas para resolver problemas que afectam os munícipes. A moção sobre a criação por parte da Câmara de um Gabinete de Crise de atendimento público com o intuito de proceder ao levantamento das situações de pobreza e exclusão social, endividamento das famílias e das pequenas e médias empresas, tendo em conta a multiplicação das situações de pobreza provocadas pela crise actual, foi reprovada pelo PSD por considerar que a CMV já tinha previsto medidas para a crise, como seja o refeitório social e o congelamento das rendas de habitação social. Curiosamente, hoje mesmo ouvi, na Rádio NoAr, o deputado municipal do PSD, António Vicente, a valorizar aquelas medidas da autarquia viseenses, mas defendendo um estudo mais aprofundado nas freguesias limítrofes do concelho, de modo a se perceber a verdadeira dimensão da pobreza no concelho de Viseu. Exactamente como sugerira o BE.
Ler mais...
 
Entrevista a Maria da Graça Marques Pinto, Deputada na Assembleia Municipal de Viseu PDF Imprimir e-mail
22-Jan-2009

jornal_do_centro_357.jpeg"Uma universidade politécnica de qualidade poderia ser a solução"

"A vantagem do gabinete de crise era haver uma estratégia concertada" 

“O senhor presidente da Câmara [de Viseu] ocupa muito espaço de tempo na assembleia”

"Também propusemos em plenário, uma recomendação para a implementação do orçamento participativo. Foi chumbada com os votos contra do PSD."

" (...) uma outra proposta no grupo de trabalho que procedia à revisão do regulamento da assembleia, que também não foi aceite, que previa outras medidas facilitadoras: o aumento do tempo reservado à intervenção dos cidadãos, que é pouco. "

São algumas citações da entrevista ao Jornal do Centro e Radio No AR, leia a entrevista completa!

Ler mais...
 
Bloco de Esquerda aprova duas moções em assembleia municipal PDF Imprimir e-mail
30-Dez-2008

estrelan.jpgA Deputada Municipal Maria da Graça Pinto apresentou três moções à Assembleia Municipal de Viseu, sendo aprovadas as moções relativas à Luta dos Professores  e à Universidade Publica de Viseu e chumbada a que propunha a criação de um gabinete de crise. Votou também contra o Orçamento Municipal, Plano Anual de Actividade e Projecto de Regulamentação da Propaganda Partidária propostos pela Câmara Municipal.

Ler mais...
 
UNIVERSIDADE EMPRESARIAL DAS BEIRAS É UM NEGÓCIO E NÃO O EMBRIÃO DE QUALQUER UNIVERSIDADE PÚBLICA PDF Imprimir e-mail
24-Nov-2008
estrelan.jpgBloco de Esquerda Viseu lançou comunicado sobre a anunciada "Universidade Empresarial das Beiras", que se opões a Universidade Pública sempre reclamada pelos Viseenses. Lê o comunicado.
Ler mais...
 
© 2017 Bloco de Esquerda - Distrito de Viseu
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.