Home arrow SCUT's arrow PORTAGENS NAS SCUTS A25 e A24:
Menu
Home
Notícias
Documentos
Agenda
Jovens
Comunidade
Opinião
Vídeos - Documentários
Foto Galeria
Dossiers
SCUT's
Universidade de Viseu
Serviço Finanças 2
Minas da Urgeiriça
Jornadas Parlamentares
Newsletter






a_tuabeira.gif 
     Car@ leit@r esta é uma
     secção sua.
     Uma secção onde serão
     publicadas as opiniões
     que nos enviarem com
     esse fim.
     Os textos deverão ser
     enviados para o e-mail:
      Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
     Não podemos publicar
     textos não assinados
     ou insultuosos.
adere.gif
Assina/segue-nos no:


Recebe automaticamente por email as novas notícias:


Insere o teu email


twitter-birds.png

Add to Google Reader or Homepage 

Outros

 

Site do Bloco de Esquerda de Viseu, Bloco, b.e., Esquerda de Confiança, Juntar Forças, São Pedro do Sul, Vouzela, Tabuaço, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Penedono, Penalva do Castelo, Nelas, Mortágua, Tondela, Vila Nova de Paiva, Tarouca, Armamar, Resende, Cinfães, Carregal do Sal, Sernancelhe, São João da Pesqueira, Sátão, Coração de Jesus, Rio de Loba, Campo, Abraveses, São José, Orgens, António Minhoto, Osvaldo Numão, Maria Graça Pinto, Carlos Vieira, Carlos Couto, Daniel Nicola, Bandeira Pinho, Alexandrino Matos, Rui Costa, Joel Campos, António Amaro, Manuela Antunes, Carla Mendes, Joge Carneiro, Padre Costa Pinto, Francisco Louçã, Marisa Matias, Miguel Portas, Pedro Soares, Magaça

PORTAGENS NAS SCUTS A25 e A24: PDF Imprimir e-mail
30-Jun-2010

Comunicado de Imprensa:

PS E PSD CONTRA INTERESSES DAS POPULAÇÕES E DA REGIÃO!


scuts-01.jpgNa Sessão da Assembleia Municipal de Viseu, realizada ontem, 28 de Junho, a moção apresentada pelo deputado do Bloco de Esquerda, propondo a oposição à introdução de portagens nas SCTUS A25 e A24, foi reprovada, com os votos contra do PSD e do CDS e dez abstenções da bancada do PS. O PSD justificou o voto contra por defender o princípio do utilizador-pagador. Nem o PS teve coragem de ir tão longe...

O PSD de Viseu, à semelhança de Passos Coelho, mostra assim que relativamente ao PS de Sócrates, não passa de farinha do mesmo saco. Se o PS diz mata, o PSD diz esfola. O PS esfola e o PSD apoia, exigindo apenas que sejam todos esfolados. Ou seja, o PSD aceita uma medida injusta, desde que a essa injustiça não escape ninguém. E quem sai esfolado é o interesse da nossa região.


O concelho de Viseu encontra-se na intersecção de duas auto-estradas, a SCUT do Interior Norte (a A24) e a SCUT da Beira Litoral e Alta (A25), designadas Sem Custo para o Utilizador, precisamente para promoverem a coesão nacional e o desenvolvimento de regiões economicamente deprimidas, como a nossa, onde o PIB é inferior à média nacional (antes do alargamento da União Europeia, a Região Centro encontrava-se entre as dez regiões mais pobres da Europa).

Qualquer uma destas auto-estradas não tem alternativa rodoviária com um mínimo de qualidade em termos de distância, tempo e segurança, sendo que as antigas estradas nacionais passam por dentro das povoações e até já têm troços municipalizados.

A introdução de portagens, ainda que isentando de pagamento os residentes e as empresas com sede nas regiões, num raio de poucas dezenas de quilómetros, irá condicionar o direito à mobilidade das populações (não esquecer que Viseu é capital do Distrito e sede de serviços administrativos), além de prejudicar as trocas comerciais, o investimento e o turismo, uma vez que faz aumentar o custo de transportes e de produção.

As chamadas auto-estradas SCUT não têm as condições de segurança, nem as especificações técnicas definidas internacionalmente para uma verdadeira auto-estrada, não só relativamente ao traçado (com redução de velocidade para 80 km/hora, como acontece na A25, dentro do concelho de Viseu, na chamada "Bossa do Camelo"), mas também à quantidade de vias de saída.

O PS e o PSD dizem-nos que não há alternativa ao pagamento de portagens, apesar da crise e por causa dela, para equilibrar as contas públicas e pagar as dívidas aos bancos alemães e franceses. O Bloco de Esquerda já apresentou soluções bem mais justas e equilibradas para ir buscar o dinheiro a quem o tem: taxar o IRC dos bancos em 25%, o mesmo que paga qualquer pequena e média empresa e taxar 25% sobre as transferências de dinheiro para paraísos fiscais. O combate à crise não se faz penalizando os mais fracos!

Por isso, e tendo em conta a representação do Distrito na Assembleia da República, todosos nove deputados eleitos votarão pela implementação das portagens, votarão contra as populações, contra as pequenas e médias empresas e contra o Distrito.

É altura de dizer BASTA! Até quando pretende ser representado desta forma?

Viseu, 29 de Junho de 2010

O Secretariado da Coordenadora Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda

Aceda à moção apresentada na Assembleia Municipal
 
 
< Artigo anterior
© 2021 Bloco de Esquerda - Distrito de Viseu
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.