Menu
Home
Notícias
Documentos
Agenda
Jovens
Comunidade
Opinião
Vídeos - Documentários
Foto Galeria
Dossiers
SCUT's
Universidade de Viseu
Serviço Finanças 2
Minas da Urgeiriça
Jornadas Parlamentares
Newsletter






a_tuabeira.gif 
     Car@ leit@r esta é uma
     secção sua.
     Uma secção onde serão
     publicadas as opiniões
     que nos enviarem com
     esse fim.
     Os textos deverão ser
     enviados para o e-mail:
      Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
     Não podemos publicar
     textos não assinados
     ou insultuosos.
adere.gif
Assina/segue-nos no:


Recebe automaticamente por email as novas notícias:


Insere o teu email


twitter-birds.png

Add to Google Reader or Homepage 

Outros

 

Site do Bloco de Esquerda de Viseu, Bloco, b.e., Esquerda de Confiança, Juntar Forças, São Pedro do Sul, Vouzela, Tabuaço, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Penedono, Penalva do Castelo, Nelas, Mortágua, Tondela, Vila Nova de Paiva, Tarouca, Armamar, Resende, Cinfães, Carregal do Sal, Sernancelhe, São João da Pesqueira, Sátão, Coração de Jesus, Rio de Loba, Campo, Abraveses, São José, Orgens, António Minhoto, Osvaldo Numão, Maria Graça Pinto, Carlos Vieira, Carlos Couto, Daniel Nicola, Bandeira Pinho, Alexandrino Matos, Rui Costa, Joel Campos, António Amaro, Manuela Antunes, Carla Mendes, Joge Carneiro, Padre Costa Pinto, Francisco Louçã, Marisa Matias, Miguel Portas, Pedro Soares, Magaça

PS, PSD são farinha do mesmo saco, não querem ouvir a população! PDF Imprimir e-mail
28-Set-2010

 

psed.pngNuma Assembleia Municipal onde muito se falou de massa e de pão, PS, PSD mostraram ser farinha do mesmo saco, não permitindo aos viseenses o acesso justo ao direito de petição.

O Bloco de Esquerda, pela mão do deputado Carlos Vieira, apresentou duas medidas que permitiam tornar a Assembleia Municipal  de Viseu e a politica local mais participada.

A primeira propunha estabelecer o número de 300 assinaturas como mínimo para o agendamento de um ponto de discussão na Assembleia Municipal, ao invés de remeter para o regulamento geral que corresponde a cerca de 3400 assinaturas para o concelho de Viseu. A segunda propunha que o período de intervenção do público passa-se a ser logo no início da sessão, o que permitia ao munícipe intervir sem ter que ficar horas à espera que os trabalhos acabassem, por vezes perdendo o dia de trabalho.

Relembramos que estes mesmos partidos já recusaram por várias vezes estes e outros mecanismos de democracia participativa como o Orçamento Participativo que propõe que uma fatia do total do orçamento seja decidida pelo cidadão, como já é exemplo Lisboa entre muitas outras cidades mundiais.

O B.E. vai continuar a debater-se por uma democracia para todos e todas, onde o cidadão tenha opinião e capacidade de intervenção e contra aqueles que se acham iluminados pela razão e superiores à vontade popular.
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Destaque
bannercp11.jpg
Gui Direitos Estudante
brochuraestudantes.jpg
virus_12.jpg
Sites do Bloco

be_esq.jpg
grupo_parlamentar_copy.png
be_sitebe.jpg
 beinternacional.jpg
videos_parlamento.jpg 
videos_campanha.jpg
livraria_online_copy_copy.gif

be_ecoblog.jpg

Bloco no FacebookBloco no MySpace

 Bloco no TwitterBloco no Youtube

 Bloco no hi5Bloco no Flickr

Online
© 2022 Bloco de Esquerda - Distrito de Viseu
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.