Home arrow Minas da Urgeiriça arrow Trabalhadores da ENU propõem que Bispo de Viseu seja mediador
Menu
Home
Notícias
Documentos
Agenda
Jovens
Comunidade
Opinião
Vídeos - Documentários
Foto Galeria
Dossiers
SCUT's
Universidade de Viseu
Serviço Finanças 2
Minas da Urgeiriça
Jornadas Parlamentares
Newsletter






A Tua Opinião Conta
a_tuabeira.gif 
     Car@ leit@r esta é uma
     secção sua.
     Uma secção onde serão
     publicadas as opiniões
     que nos enviarem com
     esse fim.
     Os textos deverão ser
     enviados para o e-mail:
      Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
     Não podemos publicar
     textos não assinados
     ou insultuosos.
adere.gif
Assina/segue-nos no:


Recebe automaticamente por email as novas notícias:


Insere o teu email


twitter-birds.png

Add to Google Reader or Homepage 

Outros

 

Site do Bloco de Esquerda de Viseu, Bloco, b.e., Esquerda de Confiança, Juntar Forças, São Pedro do Sul, Vouzela, Tabuaço, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Penedono, Penalva do Castelo, Nelas, Mortágua, Tondela, Vila Nova de Paiva, Tarouca, Armamar, Resende, Cinfães, Carregal do Sal, Sernancelhe, São João da Pesqueira, Sátão, Coração de Jesus, Rio de Loba, Campo, Abraveses, São José, Orgens, António Minhoto, Osvaldo Numão, Maria Graça Pinto, Carlos Vieira, Carlos Couto, Daniel Nicola, Bandeira Pinho, Alexandrino Matos, Rui Costa, Joel Campos, António Amaro, Manuela Antunes, Carla Mendes, Joge Carneiro, Padre Costa Pinto, Francisco Louçã, Marisa Matias, Miguel Portas, Pedro Soares, Magaça

Trabalhadores da ENU propõem que Bispo de Viseu seja mediador PDF Imprimir e-mail
22-Mar-2008

enu.jpgOs trabalhadores da extinta Empresa Nacional de Urânio (ENU) decidiram, em plenário realizado Domingo, pedir ao governo que deixe o Bispo de Viseu ser mediador na luta pelas suas reivindicações. "Se até ao dia 28, a proposta do D. Ilídio não for aceite, com abertura ao diálogo, mas que seja um diálogo para resolver, estaremos lá em baixo, na Barragem Velha", afirmou António Minhoto, porta-voz da comissão de trabalhadores.
António Minhoto referia-se à inauguração das obras de requalificação ambiental da Barragem Velha, local onde foram depositados resíduos resultantes da exploração do urânio, que serão inauguradas dia 28 com a presença de um membro do governo.
Os ex-trabalhadores da ENU têm desenvolvido uma luta exemplar para que todos os que trabalharam nas minas e suas famílias vejam reconhecidos os seus direitos: Reivindicam que todos os trabalhadores da ENU sejam equiparados a trabalhadores de fundo de mina, com benefício na idade de reforma, e o pagamento de indemnizações aos familiares daqueles que morreram de doenças relacionadas com a exposição à radioactividade.

No passado dia 7 de Março, o PS chumbou no parlamento os projectos de lei apresentados que permitiam resolver os problemas dos trabalhadores da ENU. O Bloco de Esquerda já em Maio de 2005 tinha apresentado um projecto de lei com o objectivo de alargar os direitos parcialmente reconhecidos com o Decreto-Lei 28/2005. (Leia a opinião de Mariana Aiveca Trabalhadores da ENU: Vê lá companheiro! Vê lá! Vê lá, como... venho... eu!)
O Bispo de Viseu, D. Ilídio Leandro, que foi pároco em Canas de Senhorim, já tinha reclamado justiça para os trabalhadores da ENU e suas famílias numa nota pastoral.
Os trabalhadores em moção aprovada em plenário referem que aceitam a mediação do Bispo, "desde que o Governo entenda querer discutir e resolver as nossas reivindicações" e avisam que "caso essa vontade não seja expressamente favorável", os antigos trabalhadores mantêm o que já tinham decidido em outros plenários, de "manifestarem a sua indignação sempre que algum membro do Governo se desloque à região".
Os antigos trabalhadores da ENU vão enviar também cartas de agradecimento aos partidos que apresentaram os projectos de lei (BE, PCP e PSD) e aos que os votaram favoravelmente (CDS/PP e Os Verdes), mostrando-se convictos de que, quando a Assembleia da República tiver "outro quadro político", as suas reivindicações terão uma resposta positiva.
No plenário estiveram presentes elementos do PCP, do BE e da União dos Sindicatos de Viseu, mostrando o seu apoio à luta.
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
© 2020 Bloco de Esquerda - Distrito de Viseu
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.