Home arrow Opinião arrow Portugal não tem de estar de cócoras!
Menu
Home
Notícias
Documentos
Agenda
Jovens
Comunidade
Opinião
Vídeos - Documentários
Foto Galeria
Dossiers
SCUT's
Universidade de Viseu
Serviço Finanças 2
Minas da Urgeiriça
Jornadas Parlamentares
Newsletter






a_tuabeira.gif 
     Car@ leit@r esta é uma
     secção sua.
     Uma secção onde serão
     publicadas as opiniões
     que nos enviarem com
     esse fim.
     Os textos deverão ser
     enviados para o e-mail:
      Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail
     Não podemos publicar
     textos não assinados
     ou insultuosos.
adere.gif
Assina/segue-nos no:


Recebe automaticamente por email as novas notícias:


Insere o teu email


twitter-birds.png

Add to Google Reader or Homepage 

Outros

 

Site do Bloco de Esquerda de Viseu, Bloco, b.e., Esquerda de Confiança, Juntar Forças, São Pedro do Sul, Vouzela, Tabuaço, Oliveira de Frades, Santa Comba Dão, Penedono, Penalva do Castelo, Nelas, Mortágua, Tondela, Vila Nova de Paiva, Tarouca, Armamar, Resende, Cinfães, Carregal do Sal, Sernancelhe, São João da Pesqueira, Sátão, Coração de Jesus, Rio de Loba, Campo, Abraveses, São José, Orgens, António Minhoto, Osvaldo Numão, Maria Graça Pinto, Carlos Vieira, Carlos Couto, Daniel Nicola, Bandeira Pinho, Alexandrino Matos, Rui Costa, Joel Campos, António Amaro, Manuela Antunes, Carla Mendes, Joge Carneiro, Padre Costa Pinto, Francisco Louçã, Marisa Matias, Miguel Portas, Pedro Soares, Magaça

Portugal não tem de estar de cócoras! PDF Imprimir e-mail
18-Jan-2011
Opinião
Texto de Maria da Graça M. Pinto


  magaapb.jpgA direita  desdobra-se em  considerações sobre   a hipótese de haver uma intervenção externa  em Portugal e esfrega  as mãos de contente com a  expectativa de  o Fundo Monetário Internacional  aterrar na Portela  e  levar  a cabo as medidas que  preconiza, como a  acentuação da liberalização dos despedimentos e  o  fim do Estado Social.
A  estratégia   é clara,   fazer vingar  a ideia da inevitabilidade  de Portugal    seguir a  “receita”  do FMI,   que iria agravar ainda mais as condições de vida dos portugueses, e esquivar-se ao ónus resultante da sua  implementação a solo.  E é por isso que os seus dirigentes  se apressaram a manifestar   a sua disponibilidade para governar com o FMI e   que  o    seu candidato presidencial Cavaco Silva tem mantido uma posição bastante comprometedora face  à intervenção externa.
Ainda bem que, em Portugal,  há outras vozes que centram o seu discurso na recusa da resignação e apresentam alternativas à espiral da crise social.


Num intervenção  clara  e vigorosa, Manuel Alegre,  num  comício  em  Viseu,  defendeu o Estado Social e os Serviços Públicos ,  manifestou-se contra a política de austeridade  e denunciou    o projecto de  desmantelamento dos direitos sociais   prosseguido pela direita .  Foi porta-voz do anseio dos  portugueses que querem viver num “país justo e limpo onde os sacrifícios não sejam pedidos aos mesmos de sempre”. Manifestou a sua total oposição à   entrada do FMI em Portugal  e, recusando a  visão de uma Europa a duas velocidades,   afirmou  que  “não somos europeus de segunda, não temos de estar de cócoras, nem temos de nos submeter ao império dos especuladores”.
As posições de Manuel Alegre representam um alento à luta de quem pugna pelo desenvolvimento económico do país, por um Portugal mais  justo e  solidário. 
As crises não são inevitáveis ! A alternativa  passa pela resistência  à ditadura  dos mercados financeiros e pela aposta  no desenvolvimento sustentado. Portugal tem recursos e sinergias que podem alavancar o seu desenvolvimento. É este o compromisso  de Alegre!
À vil tristeza da submissão à especulação dos mercados financeiros  há  que contrapor  a valorização do  trabalho,  a promoção da justiça social e da solidariedade,  pilares da democracia consagrada na Constituição da República.
 
< Artigo anterior   Artigo seguinte >
Destaque
bannercp11.jpg
Gui Direitos Estudante
brochuraestudantes.jpg
virus_12.jpg
Sites do Bloco

be_esq.jpg
grupo_parlamentar_copy.png
be_sitebe.jpg
 beinternacional.jpg
videos_parlamento.jpg 
videos_campanha.jpg
livraria_online_copy_copy.gif

be_ecoblog.jpg

Bloco no FacebookBloco no MySpace

 Bloco no TwitterBloco no Youtube

 Bloco no hi5Bloco no Flickr

Online
© 2023 Bloco de Esquerda - Distrito de Viseu
Joomla! is Free Software released under the GNU/GPL License.